BlogDestaque-metasreais

6 metas reais para você ser mais saudável em 2016

O ano realmente começou agora que passou o Carnaval, então acho que está mais que na hora de contar um segredo para vocês: Não adianta botar metas mirabolantes se você não está motivado o suficiente para levar em frente uma vida mais saudável. Eu mesma não consigo pensar em como “vou perder 5kg em 2 meses” se nem ao menos consigo beber 2 litros de água todos os dias. Aprendi que precisamos ser realistas e termos os pés no chão pra não tomar um tombo ou desistir de tudo antes mesmo de começar! Captou a mensagem? Então anota aí as seis metas reais pra colocarmos em prática este ano:

1. Acordar pela manhã e se exercitar por pelo menos 30 minutos

Eu sei que você pode dizer que acordar cedo é ruim e você não consegue, mas tente fazer isso pelo menos 3x na semana e compare sua disposição no restante do dia com as vezes que você ficou dormindo mais um pouco. Além de queimar calorias e aproveitar melhor sua zona de gordura, se exercitar pela manhã ajuda a acordar e ficar mais atento e feliz ao longo do dia! Faz essa forcinha, vai!

2. Beber 3 garrafas de água de 500ml – uma de manhã, uma a tarde e uma a noite

botei esse gif pq ele é sensual rssss

Você não precisa, necessariamente, beber 2 litros exatos de água. Essa é apenas uma média, então para facilitar na criação do hábito de beber água, simplifique as coisas: divida o dia em 3 e tome pelo menos uma garrafinha de água de 500ml (se a garrafinha for de mais capacidade, melhor ainda) por período. Ps: Eu, fazendo isso, normalmente acabo tomando mais água, mas, mesmo se não tomar, pelo menos 1,5L eu garanto 😉

3. Faça um cardápio simples e prático e siga-o pelo menos de segunda a sábado pelo almoço.
Sim, inclua no seu cardápio semanal o sábado também!

4. Não se pesar todos os dias

Escolha um dia na semana para se pesar – recomendo que seja as quartas – e pese-se APENAS nesse dia, pela manhã após fazer suas necessidades, e de preferência bem peladinha(o)!

5.  Dormir de 6h30 a 7h por noite, pelo menos.

E use a hora de dormir para DORMIR. Crie o hábito de deitar sempre no mesmo horário, com todas as luzes apagadas e longe do celular. Use esse momento para agradecer pelo seu dia, para lembrar de coisas boas que aconteceram ou para repassar sua agenda do dia seguinte… até adormecer! (Eu costumo orar até dormir, acho muito gostoso e relaxante)

6. Fazer uma atividade física diferente (e prazerosa) aos finais de semana

mas também não precisa fazer tudo de uma vez!

Vá andar de patins, de bicicleta, faça uma trilha para uma cachoeira, suba um morro pra ver o Pôr do Sol… Escolha uma atividade gostosa que canse seu corpo mas que relaxe sua mente e recarregue as energias para uma nova semana!

Fácil né? Metas simples e gostosinhas pra gente ter um ano muito mais feliz!


Curtiu esse post? Compartilhe-o nas suas redes sociais usando os botões abaixo e deixe um comentário lindão!

[imagem de destaque via Rizanoia.com]

BlogDestaque-frustracao

Como eu lido (diariamente) com a frustração de não correr bem

Todo dia eu penso no quanto gosto de correr. Eu acordo e durmo pensando nisso. Não me canso de pensar romanticamente na corrida e em todos seus benefícios. É impossível negar que eu sou apaixonada pela corrida e principalmente pelo ato de correr.
Exatamente por ser apaixonada pela corrida é que me cobro tanto. Sou (mais vezes do que eu gostaria) displicente com os treinos, falto ou não quero fazer e deixo pra depois. Mas cada depois é um dia a menos para os meus objetivos.

Para quem recomeça tudo é mais difícil porque temos, o tempo todo, que lidar com as comparações com quem éramos e com o que já fomos capaz de fazer, e isso machuca. Diferente de se comparar com alguém próximo totalmente diferente de nós, a auto-comparacão faz com que eu me sinta frustrada por não ser quem eu era – ainda que, racionalmente, eu saiba que houveram muitas coisas que me levaram a ser mais devagar, menos resistente e tal, então por isso não me cobro tanto.
Impossível não pensar que há dois anos atrás eu estava no treino de base pros 21km, magrinha e com o maior gás, fazendo 10km como quem passeia na feira. Totalmente diferente de agora, onde eu sofro em absolutamente todos os treinos, onde tudo dói e eu não corro nem muito, nem rápido.

O melhor modo que encontrei para lidar com a auto-comparacão e a frustração de não correr nem cinco quilômetros sem sofrer é pensar o tempo todo que isso não é uma competição. Eu não estou tentando ganhar nada, só estou resgatando uma coisa que sempre tive.
Passei a pensar, também, que meu corpo sabe que gosto de correr e que ele se lembra de tudo, mas eu preciso ter paciência até que ele se acostume. Por isso, atualmente meu maior objetivo é apenas ter disciplina e me manter firme nos meus treinos – pelo menos os de corrida – até que não seja mais necessário que eu acorde e tente me convencer de ir (é gente, eu tenho que convencer a mim mesma o tempo todo!!).
Durante os treinos eu tento apenas relaxar. Penso em temas pra vídeo, em posts pro blog, em pautas pros meus clientes. Penso também em fofocas, faço DR imaginária com os boys que passam por mim no parque, invento contos. Mas não me deixo pensar que estou correndo, que a perna ta cansada ou o baço ta doendo – pra esse último eu apenas passo a respirar direito – eu apenas vou indo e quando vejo já fiz 5, 6km.

Minha frase favorita sobre correr é essa “Não pense, apenas coloque seus tênis e vá”. Foi meu mote enquanto eu treinava e sofria e vem sendo meu mote agora.

Talvez pra sempre.

Vamos juntos?

BlogDestaque-RotinaFacial

Rotina facial para uma pele bonita e saudável

Talvez por sorte da genética eu nasci com a pele boa, e, por conta disso, nunca fui de dedicar muitos cuidados a ela. Ainda na adolescência nunca tive problemas de pele comuns à idade, como acne e etc. Só hoje, aos 26, é que comecei a prestar mais atenção nas mudanças que a alimentação, hidratação e os creminhos fazem com a nossa pele. Por conta disso resolvi adotar uma rotina facial diária e alguns cuidados pra manter ela bonita e saudável.

Mais de uma vez recebi comentários sobre minha pele, o que eu fazia e etc… então resolvi contar em vídeo o que eu faço de rotina facial e os produtos que eu uso. Todos são bem baratos, fáceis de achar em farmácias e a rotina não me toma mais do que 10 minutos, sendo que parte dela eu faço no chuveiro!

A rotina citada no vídeo é a que eu faço durante a semana:

  • No banho, eu passo um sabonete de limpeza facial (Assepsia ou Clean&Clear com esfoliante)
  • Após passo Leite de Colônia (uso o azul) com algodão para uma limpeza mais profunda (Receita da misturinha: 4 aspirinas para o tubo grande. No pequeno, use 2. Deixe pelo menos 24hrs para dissolver e mexa bem sempre que for usar)
  • Enxaguo com água fria para tirar o que ficou na pele
  • Passo a pomada Babymed Menino

Na manhã seguinte:

  • Passo lenço umedecido (qualquer um!) e lavo bem
  • Passo protetor solar (Episol) e só depois passo maquiagem

Sexta a noite é dia de dedicar mais tempo, pois além dos passos citados eu também passo esfoliante (de Açaí e Guaraná da Scraiber) e máscara anti-cravos (Clearskin, da Avon), pra só então passar a pomada e ir dormir!

Não esqueça de se inscrever no Canal para receber novos vídeos toda semana!

Nunca se canse de recomeçar

Espero que você guarde este post com carinho, ele é meu presente para você pelo ano que acabou de começar.

“Saiba que todo fim é um recomeço/ Pra nossa vida eu quero amor/ O resto eu desconheço” (Indiferença – Móveis Coloniais de Acaju)

Te peço uma coisa, de todo meu coração: Não tenha vergonha, medo ou se canse de recomeçar, pois enquanto você tiver forças pra fazer tudo de novo, nada, nada vai conseguir te derrubar. Não se esqueça disso.

Se esqueça, por favor, de motivacionais desmotivadores como esses aqui abaixo. Parar por um tempo, ou recomeçar, não é desistir. Só de recomeçar já se prova que você não desistiu, que é persistente e valente.

Meu cu fiote. Nunca se canse de recomeçar!

Pessoas que recomeçam são tão vitoriosas quanto aquelas que, mesmo em pedaços, não largaram o osso. Pessoas que recomeçam são tão (se não muito mais) dignas e fodas pra caralho do que as que não admitem que precisam de um tempo de repouso, seja do corpo ou da mente. Não deixem que te digam o contrário. Seja teimoso. A teimosia é uma virtude.

Eu paro e recomeço o tempo todo – só no último ano fiz isso umas 4 vezes… E DAÍ? O mais importante é que eu nunca me deixei abater e sempre, sempre recomecei. Recomeçar é maravilhoso. É motivador.

Se você está triste por estar recomeçando novamente após sua 456ª tentativa, deixa eu te contar umas coisinhas:

  • Ninguém tem nada a ver com isso
  • Você não deve provar nada pra ninguém
  • Eu tenho orgulho de você por estar tentando novamente

Mas isso não quer dizer que você pode simplesmente chutar o balde quando quiser. Não faça isso. Eu não quero parar tudo quando está indo bem simplesmente porque eu POSSO. Justamente porque eu POSSO continuar, é que eu não vou parar. E não vou te deixar parar também não, ok?

Pra isso vamos anotar umas estratégias (vamos, porque eu também vou!) para que em 2016 você seja tão teimoso nesse recomeço quanto eu serei:

  •  Não se imponha metas radicais. Mantenha o pé no chão.
  • Vá até onde você pode ir. Aprenda seus limites e deixe pra superá-los quando eles forem dominados. Faça o que você pode fazer.
  • Antes feito do que perfeito. Apenas faça, mesmo que for uma bosta ou durar pouco.
  • Disciplina cria hábito e hábitos ajudam na disciplina. Seja firme com você mesmo
  • Se ame, acima de tudo. Seja teimoso, mas paciente. Você vai chegar lá.

E que em 2016 seja o ano da persistência e da teimosia. Nós vamos viver tudo que há pra viver!

Mas pare se precisar. E recomece.

 

12109972_10153550188846294_7172190209401477862_o

A rosa de todos nossos outubros

Este texto é apenas uma reflexão de coisas que dificilmente eu falo. Palavras carregadas de emoção. Uma parte do meu coração está nas próximas linhas. Tire um minuto para ler com carinho.

Em cada uma de nós mora uma rosa. Mora, mais especialmente o rosa do Outubro.
Ela mora cada uma de nós que convivemos em algum momento com diagnósticos na família, de amigas, de conhecidas ou de pessoas que admiramos.

Minha mãe nasceu em outubro, apesar de ter sido diagnosticada em janeiro (não tem nada a ver, mas eu sempre penso nessas coincidências). Era feriado da cidade e eu estava com ela no consultório quando o médico disse: É câncer. Ela já sabia, dentro dela mesmo, mas eu estava confiante que seria mais um dos nódulos que ela costumava ter. Quase ninguém sabe, mas aquele momento foi aterrorizante pra mim. Eu senti, em 10 segundos, um milhão de sensações. O mais próximo que posso descrever do choque que senti foi que parecia q eu havia engolido uma pedra de 10kg e meu estômago estava no meu pé.

Senti medo de perder minha mãe, de vê-la sofrer, de um dia ter algo, de sofrer também. Mas tive confiança que tudo daria certo. E deu.

Minha mãe passou por tudo com muita resiliência. Foi firme, calma. Mas aquilo a mudou por completo. Eu sinto isso todos os dias. Nos conversamos sobre como essas experiências e batalhas são entregues a quem precisa aguentar o fardo. Minha mãe hoje topa tudo que vier, é mais aberta ao mundo, é menos calada e engole menos sapo.

Não se sabe o que foi que aconteceu para ela ter tido câncer. O médico não achou um gatilho: minha mãe nunca fumou, não bebe, come bem, sempre foi muito magrinha, não há histórico nenhum na família, nunca usou anticoncepcional ou repos hormônios. Simplesmente teve.

Eu me lembro bem de várias fazes. De admirar como ela era calma. De como passou meses comendo muito pouco pelos ciclos de quimio, mas comia o que gostava sem cerimônia. No dia de sua cirurgia choveu torrencialmente e eu fui visitar ela de ônibus, então cheguei ao hospital igual pinto no lixo. Não sei nem se eu podia entrar assim, mas de alguma forma, mesmo pingando, me deixaram subir. Ela, meio grogue, me disse pra ir pra casa tomar banho que iria ficar doente. Que bobagem.

Após essa fase ainda teve a radioterapia, que por ela ser muito branquinha causou uma queimadura intensa que levou meses e muuuito sofrimento para ser curada. Foi o pior momento e eu achava irônico que a pior parte viria logo na reta final.

A rosa que vive em cada uma de nós é uma rosa de resiliência do que potencialmente pode nos acontecer. É uma rosa de medo de que aconteça. É uma rosa de respeito por quem já venceu e vem vencendo. Ela existe em cada uma de nós mulheres e vai existir em todas as gerações. E é por isso que a prevenção e o acompanhamento regular com auto-toque é importante. Qualquer desconfiança é digna de uma consulta. O câncer da minha mãe se manifestou nos 6 meses que se passaram de uma mamografia de rotina para outra. E não sabemos nunca o dia de amanhã. 12109972_10153550188846294_7172190209401477862_o

Confie na sua rosa e se cuide. E não se esqueça: há um jardim de rosas que floriram, mesmo após perderem suas pétalas.

BlogDestaque-muffin

Minha receita mágica de Muffin Fit salgado [vídeo]

E ae meu povo e minha pova, tá procurando uma receita de massa de muffim ou massa de bolinho salgado? Sua procura A-C-A-B-O-U!

Se liga na receita do meu Muffin Salgado, fit e sem glúten! A massa é a base e você pode rechear com o que quiser! Dá o play!  Ah, e logo abaixo do vídeo tem algumas dicas importantes sobre a receita!

Receita Muffin Salgado Fit

  • Ovos
  • 1/4 de xícara de chá (+- 2 colheres de sopa cheia) de Farinha de Arroz
  • 1 colher de sopa de Farinha de Grão de Bico
  • 1 colher de sopa rasa de Farelo de Aveia
  • 1 colher de sopa de Creme de Leite
  • Sal e Temperinhos a gosto
  • Muçarela ou o recheio que você preferir
  • Fermento (colocar se fizer no forno)

Coloque todos os ingredientes juntos sem frescura no processador ou no liquidificador. Espalhe nas forminhas da cupcake maker e deixa lá até dourar. No forno normal, asse a uns 210º por uns 15 min – para forno elétrico ai depende da potência, no meu vai 30 min tranquilamente.

Dicas:

  • Para intolerantes a lactose: troque o creme de leite por duas colheres de água. Garanto que dá na mesma!
  • Creme de leite também pode se trocado por requeijão – fica mais salgado!
  • Você pode trocar a Farinha de Arroz e de Grão de Bico por outra fininha de sua preferência (ela é importante pra fofura da massa!)
  • O recheio pode ser qualquer coisa que você queira: presunto, peito de peru, frango desfiado, legumes picadinhos. Invente!

E se você gostou não esquece de compartilhar por aí e espalhar a palavra da vida saudável! Muah!

BlogDestaque-mixtape

Mixtape especial pras mina que corre (e as outras também)

Rélou, muchachas!

Já faz tempo que não trago nenhuma playlist especial, não é? Então não seja por isso! Motivada pela chegada de duas provas só para meninas maravilhosas, criei mais uma mixtape em MP3 pra galera ouvir enquanto corre!

Sim, essa mixtape é especialzona para as minas que vão correr as provas femininas das próximas semanas: M5K (04/10) e a Pink Run (11/10). 

Ambas são provas exclusivas femininas e de curta distância, então fiz a mixtape com 33 minutos de música, perfeita pra distância de ambas as provas! As músicas foram escolhias pensando nas meninas que adoram ouvir música e não abrem mão de ouvir uma playlist que motiva, anima e deixa a gente se sentindo muito poderosa!

Além do mais eu adoro mixtape curtinha porque não enjoa e eu sei que ela tem o tempo praticamente certinho que vou levar pra completar a prova! O que acham de botar uma meta de passar a linha de chegada antes da última música?

Mas PERA LÁ que a mixtape não é só para gatinhas corredoras não! É para TO-DAS as minas fodas que curtem ouvir outras minas dahoras pra treinar, seja no parque, na academia ou em casa! Então se você está em qualquer um dos grupos, pode ouvir aqui diretamente ou baixar o mp3 e levar pra tudo quanto é lugar (e dessa vez sem ter que compartilhar nada – mas eu agradeço se você contar prazamiga tuda!)

Gostou? Baixou? Já tá ouvindo? Então me conta!

BlogDestaque-10saladas

Volta ao Mundo em 10 Saladas

Salada não é só tomate e alface não, tá tcherto? Pode até ser pra muita gente, mas não pra quem curte mesmo comer salada. Eu, por exemplo, curto saladas com grãos, legumes e sementes, além das com folhas escuras e amarguinhas!

Salada é uma palavra derivada do latin salata, que significa “sal” e representa a forma como os romanos conservavam os vegetais.

Por todo mundo, o termo Salada abrange diversas formas de preparo, seja com legumes crus ou cozidos, frutas, cereais, sementes, proteínas (carne, peixe, ovos, queijos) e molhos… A mistura desses ingredientes, com todas suas peculiaridades regionais, sempre é uma boa opção para uma refeição bem completa.

E claro que ao redor do mundo cada país tem suas próprias saladas, e algumas são tão interessantes e ricas que  o site Food People Places fez uma verdadeira volta ao mundo através de algumas receitas fantásticas de saladas de vários países. Todas as receitas escolhidas são chamadas, em seus países, apenas de Salada.

 

Qual você gostaria mais de experimentar? Eu, particularmente, salivei MUITO pelas saladas do México e do Peru (sangue latino, babes!).

Se você curtiu esse post espalhe ele por aí <3

 

BlogDestaque-organizacao

Organização Alimentar (com planners)

Oi oi, pimpolhos!

No final de semana mostrei no Snapchat (tatsbueno) meu novo caderno de organização de toda minha vida, mas que até então eu havia só feito a parte de alimentação/vida saudável. Por ter ido à nutri no sábado, aproveitei pra já preencher tudo que eu tenho que comer nas próximas semanas.
O caderno tem outras duas partes, onde anotarei as tarefas que tenho que fazer no Blog e tarefas pessoais do dia a dia. A organização e a ideia de montar esse caderno vem de um sistema chamadao Bullet Journal. Adaptei o sitema para minha rotina organizando as tasks por semana, não por mês/dia.

Mas vamos ao que interessa, a parte de alimentação.

BlogPost-organizacao

Qual a função de se planejar e organizar o que irá se fazer essa semana?
Pra mim, a função é tirar do abstrato e concretizar tudo que tenho/preciso fazer. Fazer isso me ajuda a passar menos tempo pensando no que comer, o que comprar, como monta, além de evitar o desperdício comprando mais comida do que preciso (e eu já fiz muito isso!).
Como já acertei com a nutricionista exatamente o que comer todas as semanas até Outubro, só precisei dividir as refeições e passar pro caderno os cardápios – lembrando que eu como SIM a mesma coisa a semana toda principalmente porque faço marmita pra todos os dias de uma vez e gosto da praticidade de já saber certinho o que vou comer, sem susto, sem problemas.

Na minha organização comecei primeiro anotando as refeições por ordem de horário e fui anotando o que iria comer. Ao lado separei um espaço pra lista de compras e logo abaixo, fiz uma divisão para anotar os dias que fui treinar e os dias que tomei 2L de água. A meta é que todos esses quadradinhos estejam ticados sempre!
Logo ao lado separei um espaço para Anotações, como peso, se estou de TPM, se jaquei e o que comi… Mas fica livre pra você colocar o que quiser! Porém hoje, depois de olhar com atenção todas minhas folhas da consulta com a nutri, achei a recomendação dos suplementos que tenho que tomar (eu farei um post especial sobre isso mais pra frente!) e como a lista de compras é pequena, usei o espaço acima das anotações pra anotar essas coisas e lembrar sempre de tomar e o quanto tomar.

Como eu sei que muita gente não segue esse modelo de cozinhar tudo igual pra semana, talvez por não gostar ou por ter mais tempo livre, elaborei DOIS MODELOS DE PLANNER pra quem quiser copiar essa ideia de anotar tudo certinho e ser uma pessoa mais organizada e feliz. Um é pra quem gosta de comer todo dia algo diferente mas quer planejar a semana toda e outro pra quem quer planejar diariamente todas as refeições! Deixando bem claro que os espaços livres você pode preencher com o que achar melhor, acrescentar e retirar dados, copiar igualzinho o meu ou não! Sinta-se livre pra fazer a versão que fique melhor pra você!

Para baixar clique no botão e pague o conteúdo exclusivo com um tweet ou compartilhamento no facebook! Não custa nada pra você e ajuda a divulgar meu trabalho <3

Planner Alimentar Semanal

Planner Alimentar Diário

Gostou? Acha que vai te salvar (me salvou!)? Está usando e já tá com a vida mais organizada? Deixe seu comentário!